Pesquise aqui

REDE PONTOCOM DE RÁDIO

18 de janeiro de 2021

TURMALINA – HOSPITAL PRODUZ SEU PRÓPRIO OXIGÊNIO.

Nesta final de semana nós recebemos um comunicado do Diretor Administrativo do Hospital São Vicente de Turmalina, Douglas Cordeiro dos Santos. “O nosso hospital possui uma usina de oxigênio de 7,5 metros cúbicos para garantir mais tranquilidade ao serviço médico-hospitalar”, diz o texto.

A usina que entrou em operação no primeiro semestre de 2017 foi construída com recursos provenientes de uma emenda parlamentar, somados a uma contrapartida da própria instituição. Na época, o Presidente da Conferencia São Vicente, Anderson Cordeiro dos Santos deu a seguinte declaração. Os recursos totalizam R$ 195.000,00 e esse nosso sonho em produzir o nosso próprio oxigênio só aconteceu após o esforço e a dedicação do Deputado Federal Rodrigo de Castro, autor da emenda parlamentar e também do Deputado Estadual Antônio Jorge. Hoje a instituição pode celebrar a nossa parceria com esses 02 deputados”, relata.

No dia 28 de abril de 2017 os equipamentos foram desembarcados no local reservado para a instalação da usina. Segundo o técnico que realizou a montagem do equipamento, o oxigênio produzido é diferente do oxigênio líquido que é vendido para a maioria dos hospitais. Esse tipo de oxigênio é gerado pelas máquinas e após percorrer uma tubulação ele é levado até as clinicas médicas para atender os pacientes.

Para o Diretor Administrativo do Hospital São Vicente de Turmalina, Douglas Cordeiro o investimento significa redução nas despesas. “Naquela época a usina já representava uma economia direta de R$ 20.000,00 mensais no nosso caixa”, finaliza. Ou seja, com quase 04 anos de operação a Usina de Oxigênio do Hospital de Turmalina proporcionou uma economia de quase um milhão de reais. Veja o vídeo gravado no momento da entrega do equipamento, já instalado.

A usina de oxigênio segue todos os parâmetros exigidos pela ANVISA, sendo considerada como um dos maiores patrimônios do Hospital São Vicente de Turmalina. Atualmente ela está à disposição da comunidade através dos serviços oferecidos.


Para mais informações acesse a nossa página de jornalismo: www.radioturmalina.com.br/jornalismo   

  

13 de dezembro de 2020

TURMALINA – ONDA VERMELHA EM DEBATE NAS REDES SOCIAIS.

Na tarde desta sexta-feira (11), o último boletim publicado pelos órgãos oficiais contabilizava 203 casos de COVID 19 em Turmalina, com 04 óbitos registrados. A publicação dos números foi seguida da publicação de um decreto que endurece com as medidas de prevenção à pandemia de coronavírus durante uma semana. A Prefeitura, através do Comitê Municipal de Enfretamento ao Coronavírus, divulga a publicação do Decreto Municipal n° 121 de 11 de dezembro de 2020, que adota a Onda Vermelha do Plano Minas Consciente- Retomando a Economia do Jeito Certo do Governo do Estado de Minas Gerais nos próximos 7 dias”, diz o texto.


As medidas foram decididas pelo Comitê em reunião ordinária na última quinta feira (10), com a participação de representantes de igrejas evangélicas, restaurantes, padarias, supermercados e equipe de transição do futuro governo. O documento suspende quaisquer atividades passíveis de aglomeração de pessoas. Apenas serviços comerciais considerados essenciais estão com o funcionamento permitido como: supermercados, padarias, farmácias e outros como forma de contingenciar a circulação da população turmalinense nas ruas.

O documento dividiu opiniões, após a sua publicação nas redes sociais, mas a rejeição das novas regras pelo público prevaleceu na maioria dos posts. Para Cleonice Alves Madeira a situação exige reflexão. “E se quem está com suspeita e precisa ficar em isolamento domiciliar faça uma forcinha e fique em casa, vc pode não estar com sintomas graves, mas vc está transmitindo para o seu próximo. Pense nisso”, disse.

Samuel Rodrigues fez uma comparação. “É uma covardia com os comerciantes não é minha gente? Há 20 dias atrás era politicagem e movimentos. Um relaxo total”, comenta.

Odalmo Oliveira Santos tem uma sugestão.Natal e ano novo chegando. Pessoas saindo e chegando a nossa cidade. Não está na hora da prefeitura pensar nas barreiras de entrada da cidade”, escreve.

O internauta Bau Castro cobrou ação dos fiscais.O problema é falam que vão fechar os bares e eles continuam funcionando de portas fechadas, cadê os fiscais pra olhar isso”, encerra.

De acordo com o Secretário Municipal de Saúde Fernando Xavier, o comitê se reúne toda terça e quinta-feira. Através de um vídeo ele se desculpou com pastores evangélicos pela publicação de um boletim que dava a entender que as igrejas eram as principais disseminadoras do vírus. Ele também disse que a circulação de pessoas estava sendo permitida, pois o município ainda estava sob a onda amarela. Agora, as coisas mudaram e Turmalina sai da classificação “amarela para vermelha”, ou seja, as coisas pioraram. 


O decreto termina reforçando as medidas de prevenção. O uso de máscara, distanciamento social, lavagem, higienização das mãos continuam sendo exigidos.